• Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Costa Rica
  • Cuba
  • Equador
  • El Salvador
  • Guatemala
  • Honduras
  • México
  • Nicarágua
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • República Dominicana
  • Uruguai
  • Venezuela
Água
Empresa de esgoto aprende a economizar

PNUD Brasil http://www.pnud.org.br/saneamento/reportagens/index.php?id01=2408&lay=san
Uberaba, 17/11/2006
Empresa de esgoto aprende a economizar
Curso ensina gestores de operadoras de saneamento a otimizar o consumo de energia elétrica e de água, cujo desperdício chega a 40%
TALITA BEDINELLI
da PrimaPagina
A perda de água nas tubulações e o desperdício de energia elétrica no bombeamento impedem uma ampliação maior dos serviços de água e esgoto no Brasil — entre 1990 e 2004, o acesso a água cresceu 8% (atinge 90% da população), e a colega de esgoto, 6% (atende 85%), segundo o RDH (Relatório de Desenvolvimento Humano) 2006 do PNUD. A estimativa da ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) é de que as empresas do setor desperdicem em média 40% da água e gastem 25% a mais de eletricidade do que o necessário.
Com o objetivo de diminuir essas perdas, a associação — em parceria com o Ministério das Cidades e o PROCEL SANEAR (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica para o Setor de Saneamento) e o apoio do PNUD — vai realizar o curso Combate ao Desperdício de Energia e Água em Saneamento Ambiental . O evento acontece em Uberaba (MG), entre 20 e 24 de novembro, e é direcionado a gerentes responsáveis pela gestão, organização, implementação e controle de programas de combate ao desperdício, que atuam em empresas estaduais e municipais da região Sudeste do país.
A atividade é gratuita e inclui, numa programação de oito horas diárias, assuntos como o panorama energético brasileiro e os desafios da eficiência energética para o saneamento ambiental; a gestão de energia e fontes renováveis; a eficiência em distribuição de água; ações administrativas e operacionais para reduzir o consumo de energia e o desperdício de água; a avaliação econômica de projetos de eficiência de energia e água no setor de saneamento ambiental; o dimensionamento econômico em saneamento ambiental; e o gerenciamento de projetos e a elaboração de planos de ação.
O curso está em sua 12ª edição — já aconteceu em Maceió, Belo Horizonte, Porto Alegre, Belém, Campo Grande, São Paulo, Salvador, Florianópolis, Fortaleza, Rio de Janeiro e Vitória. Representantes das 27 operadoras estaduais de serviços de água e esgoto já participaram da atividade, mas, de acordo com a ABES, apenas 10% das empresas municipais se inscreveram. O objetivo da associação é realizar pelo menos três capacitação ao ano, periodicamente.

 
últimas notícias da categoria:
 
Mais notícias desta categoria:
 
Veja todas as notícias:
 
Envie esta notícia

 Voltar
  • banner_america_latina

© Copyright 2007 / 2007 - Todos os Direitos Reservados