• Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Costa Rica
  • Cuba
  • Equador
  • El Salvador
  • Guatemala
  • Honduras
  • México
  • Nicarágua
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • República Dominicana
  • Uruguai
  • Venezuela
Venezuela
Venezuela descarta a desvalorização da moeda

O ministro das Finanças da Venezuela, Ali Rodriguez, descartou a desvalorização do câmbio, afirmando que o enfraquecimento da moeda, o bolívar, poderá causar inflação e elevar os custos dos bens importados.

"O problema hoje é que, se desvalorizarmos, tornaremos as importações mais caras e isso afetará o problema com o qual estamos lidando, que é a inflação", disse Rodriguez em entrevista televisionada, segundo a agência estatal de notícias.

A Venezuela, uma economia dependente de importações, apresenta a mais alta inflação da América Latina, 28,3% nos últimos 12 meses. O problema da inflação se soma a uma contração econômica de 2,4% no segundo trimestre.

A queda foi resultado de "um forte declínio na receita em moeda estrangeira da Venezuela", que forçou o governo a adiar a venda de moeda norte-americana ao câmbio fixo oficial de 2,15 bolívares por dólar, disse o ministro.

Rodriguez e o presidente Hugo Chávez afirmaram que o governo está avaliando como reduzir a diferença entre as taxas do câmbio fixo e do mercado paralelo, onde o dólar atingiu cerca de 6,52 bolívares. Chávez disse no domingo passado que qualquer medida para reduzir a diferença entre as taxas terá de esperar pelo menos até o fim de setembro, para que o governo continue avaliando os passos a dar.

Monitor Mercantil, 03.09.2009.

 
últimas notícias da categoria:
 
Mais notícias desta categoria:
 
Veja todas as notícias:
 
Envie esta notícia

 Voltar
  • banner_america_latina

© Copyright 2007 / 2007 - Todos os Direitos Reservados