• Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Costa Rica
  • Cuba
  • Equador
  • El Salvador
  • Guatemala
  • Honduras
  • México
  • Nicarágua
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • República Dominicana
  • Uruguai
  • Venezuela
noticias
Sobem para 15 as mortes causadas por chuvas em PE; óbitos chegam a 44 na região

Foram encontrados em Pernambuco os corpos de mais três vítimas das chuvas que atingem parte do Nordeste desde o fim da semana passada. Com isso, sobe para 15 o total de mortes no Estado e para 44 em toda a região.

Segundo a Defesa Civil de Pernambuco, além das mortes há ainda registro de mais de 40 mil pessoas fora de suas casas em decorrência dos temporais, sendo 24.552 desalojados --estão em casas de amigos e parentes-- e outros 17.808 desabrigados, ou seja, dependem de abrigos públicos.

O Estado registra ainda nove cidades em situação de calamidade pública e outras 30 em situação de emergência. Com o reconhecimento da situação de emergência, os municípios podem fazer compras sem licitação, entre outras facilidades. Ao todo, 54 cidades foram afetadas pelas chuvas.

Já em Alagoas, os temporais provocaram 29 mortes e fizeram com que 64.515 pessoas deixassem suas casas. Dessas, 26,6 mil estão desabrigadas e 47,8 mil desalojadas. Ao todo, 17 decretaram estado de emergência e 15 de calamidade pública.

Ontem, o secretário da Educação de Alagoas, Rogério Teófilo, anunciou que vai antecipar o recesso de julho das escolas atingidas pelas enchentes no Estado. A medida vale ainda para as escolas que não foram avariadas, mas estão servindo de abrigo para as vítimas das chuvas.

Ajuda

O governo federal liberou ontem R$ 25 milhões para Pernambuco e outros R$ 25 milhões para Alagoas. Os Estados enfrentam uma tragédia provocada por enchentes e receberam a primeira parcela da ajuda emergencial. Outras duas parcelas de R$ 25 milhões deverão ser liberadas para os dois Estados, totalizando um montante de R$ 100 milhões.

De acordo com o governo, a segunda parcela será transferida apenas após os Estados entregarem seus relatórios de Defesa Civil.

De acordo com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, apenas Pernambuco havia enviado o documento até o início da tarde desta terça-feira. Segundo ela, os recursos emergenciais serão usados para a compra de água potável, comida e locação de máquinas. Também serão enviadas 75 mil cestas básicas para a região afetada.

A ministra afirmou que essa ajuda inicial será ampliada e, só depois, serão calculados os gastos para a reconstrução de municípios. 'Só teremos noção exata da quantidade de recursos para a reconstrução após essa fase emergencial', disse, durante entrevista em Brasília.

Fonte: Folha de SP - Acesso em 23/06/2010

 
últimas notícias da categoria:
© Copyright 2007 / 2007 - Todos os Direitos Reservados